Música para os dias lentos que vivemos, pelos irmãos Roger e Brian Eno

Durante 15 anos os irmãos Roger e Brian Eno trocaram mensagens feitas com música. Desses diálogos nasce agora o plácido “Mixing Colours”, disco que assinala a estreia de ambos no catálogo da Deutsche Grammophon. Texto: Nuno Galopim



Talvez a mais reconhecida das grandes editoras com história feita nos universos da música clássica, a Deutsche Grammophon tem vindo a alargar os horizontes das suas atenções a vários outros domínios. Por um lado tem chamado aos seus discos figuras do mundo da canção popular como Tori Amos, Rufus Wainwright ou Agnes Obel. Sting lançou ali discos diferentes dos que foi criando em terreno pop/rock. E, vindos dos universos indie, compositores como Richard Reed Parry (dos Arcade Fire), Johnny Greenwood (dos Radiohead) ou Bryan Dessner (dos The National), editaram ali peças de música sinfónica, coral ou de câmara. Ao mesmo tempo a editora tem vindo a juntar, nos últimos tempos, o trabalho de compositores cujas linguagens cruzam o trabalho com os instrumentos habituais na música sinfónica, de câmara ou instrumental, com a presença de eletrónicas. Max Richter ou a islandesa Hildur Guðnadóttir são exemplos já de visibilidade maior da nova geração de compositores do catálogo da velha editora alemã. Não é de espantar, perante este universo em transformação (mas que não abdica nunca de dar protagonismo ao “core” clássico do seu catálogo), um novo disco com os irmãos Eno aqui tenha nascido esta semana.

Roger Eno é pianista e irmão mais novo de Brian e tem uma carreira não só feita de discos a solo como repleta de momentos de colaboração com nomes como os de Kate St John, Harmonia ou Peter Hammil. Brian, por sua vez, é músico com história que começou nos Roxy Music e na génese de um art rock e que, depois, não só conduziu a sua obra ora rumo à exploração de uma noção de música “ambiental”, como talhou importantes colaborações junto de músicos como David Bowie, os Ultravox, os Talking Heads (e também David Byrne a solo), John Cale, os U2, os James, os Coldplay (aqui eu dispensava a coisa, mas são gostos) ou os portugueses The Gift, junto de quem criou Altar, um dos melhores álbuns da canção pop portuguesa do século XXI. Os dois tinham já assinado, juntamente com Daniel Lanois, o clássico Apollo – Atmospheres and Soundracks, uma das obras maiores das visões “ambientais” lançadas em finais dos anos 70 por discos como Discreet Music (1975) e Music For Airports (1978) e que recentemente conheceu uma reedição que juntou temas extra ainda inéditos ao alinhamento original.

Ao longo dos últimos 15 anos os dois irmãos foram trocando mensagens. Mensagens na forma de gravações. Partiam de Roger Eno, cabendo depois a Brian encontrar os espaços e os contextos nas quais a música se poderia depois desenvolver. E assim foram nascendo as 18 pequenas peças que agora ganham forma em Mixing Colors. É um disco tranquilo, que não rompe com as linguagens de qualquer dos dois irmãos nem pretende imaginar novas ousadias (nem precisa) e no qual o piano é a voz que desenha os caminhos. Mas a música, depois, respira espaço e olha mais longe, em seu redor… As peças, todas elas instrumentais, tomam por títulos sugestões que nos conduzem diretamente a cores. Ultramarine, Rose Quartz, Deep Saffron… Cada uma está claramente estruturada como uma peça independente, mas em conjunto desenham um corpo comum coerente. Mais do que apenas as sugestões cromáticas (sugeridas pelos títulos) há aqui um sentido de contemplação, melancolia e… alguma solidão. Tal como os tempos que vivemos, estas peças foram criadas à distância e trabalhadas entre mensagens trocadas. Não que seja uma banda sonora gerada por estes dias. Mas pode servir os tempos que estamos a viver.

“Mixing Colours”, de Roger Eno e Brian Eno, está disponível em 2LP e nas plataformas digitais, numa edição da Deutsche Grammophon.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.