Editoras discográficas lançam iniciativa para mobilizar apoio a artistas e às lojas de discos independentes

 

A indústria discográfica acaba de lançar uma iniciativa à qual chamou #loverecordstores e que, tal como revela o comunicado, é uma campanha destinada a “mobilizar o apoio aos artistas e incentivar os clientes a comprar online através das lojas de discos independentes”. Esta iniciativa decorre ao nível global “para ajudar lojas de discos independentes durante a atual crise”. O texto refere ainda: “Com muitas destas lojas a passar por uma queda catastrófica de vendas e estando fechadas por tempo indeterminado, teme-se de que algumas possam não sobreviver se algo não for feito com urgência para estimular as vendas. Com isto em mente, muitas empresas de música estão a comprometer-se a apoiar esta nova campanha”.

E o que envolve exatamente esta campanha? “As empresas estão a coordenar ideias, recursos e a mobilizar os artistas que representam para gravar mensagens de apoio às lojas de discos que podem ser usadas de várias as formas. Aos músicos, artistas, atores e a celebridades fãs de música, de todo o mundo está a ser solicitado filmar pequenos vídeos de si próprios a falar, por exemplo, o que as lojas independentes de discos significam para eles, e a incentivarem os fãs a continuar a comprar on-line nas suas lojas favoritas sempre que possível”. Os melómanos são igualmente “convidados a participar”. E neste caso basta “partilhar um post no Instagram ou no Twitter com a hashtag #LoveRecordStores e dizer o que as lojas de discos independentes significam” para si. Paul Weller, por exemplo, afirmou: “Estaria perdido sem as minhas lojas de discos favoritas; Rough Trade, Soul Jazz, Honest Jon’s e todas as outras independentes. Vamos manter todas elas a funcionar neste momento muito estranho. A música eleva os nossos espíritos e acalma as nossas almas. Amor para todos.”

Jason Rackham, que é managing director da PIAS, que lidera esta iniciativa afirma no mesmo comunicado: “As lojas de discos independentes têm desempenhado um papel fundamental no apoio e desenvolvimento de artistas e das suas canções há décadas, então agora é hora de as empresas de música e dos artistas que eles representam darem um passo adiante e devolver algo. Precisamos de apoiar estas pequenas empresas para sobreviverem a esta crise e, ao mesmo tempo, ainda podemos ter um papel importante em ajudá-las a continuar a apresentar aos seus clientes as novas músicas. Ao falar diretamente com o público sobre a importância das lojas de discos e incentivar os fãs de música a continuar a comprar a com eles on-line, os artistas podem ter um papel importante ajudando a garantir a sobrevivência desta parte vital da nossa indústria.”

Laura Kennedy, coproprietária da Piccadilly Records em Manchester, acrescenta: “A Piccadilly Records existe desde o final da década de 1970 e, ao longo dos anos, enfrentamos muitos desafios, mas nada na escala do que enfrentamos agora. É com o coração partido, portanto, que fechamos as nossas portas e será difícil. O nosso site e departamento de pedidos online continuarão normalmente enquanto a loja estiver fechada e ainda houver muitos lançamentos. Todos temos tempos difíceis pela frente, mas se todos permanecermos juntos, tenho a certeza de que conseguiremos superar. Seja gentil um com o outro e mantenha-se saudável. ”

A campanha #loverecordstores está já em curso e envolve ainda as editoras Sony Music, Universal, Warner, AWAL, Mendigos, Domino, Ninja Tune, Partidário, Heavenly, Bella Union e Transgressive, entre outras.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.