Hugo Largo, “Mettle” (1989)

Editados entre 1988 e 1980, “Drum” e “Mettle”, os dois álbuns que fazem a obra dos nova iorquinos Hugo Largo, revelaram um grupo de personalidade única, com uma música suave, elegante, austera na instrumentação e capaz de contemplar o sublime. Texto: Nuno Galopim

Dissipada a euforia no wave que se seguira às influentes marés punk e new wave que haviam dominado as atenções da produção musical da cidade entre finais de 70 e inícios de 80, a Nova Iorque de meados de 80 era sobretudo um terreno de ensaio para várias novas ideias, num espectro que ia das faces mais experimentais de uns Swans ou Sonic Youth à progressiva afirmação de uma nova linguagem urbana em terreno hip hop.

É por caminhos distintos de todos estes que então surgem os Hugo Largo. Formados em 1984 mostravam, desde logo, uma formação que lhes permitiria afirmar uma identidade diferente, nomeadamente ao abdicar da tradicional presença de uma guitarra em favor de dois baixos, um violino e uma voz.

A música dos Hugo Largo depressa atraiu atenções e gerou uma adesão de culto assim que foi editado o seu EP de estreia, produzido em 1987 por Michael Stipe, apresentando quatro temas sob o título Drum que, meses depois (já em 1988), acabariam todas elas integradas no alinhamento de um curto álbum, lançado pela Opal Records com o mesmo título, contando ainda com pontuais intervenções vocais do então vocalista dos R.E.M.). O disco confirmava ali uma banda dotada de uma personalidade única, que se afirmava através de uma música suave, elegante e capaz de contemplar o sublime.

 

A discreta sensibilidade art rock que brotava das canções, a sua instrumentação austera mas nem por isso despida de espiritualidade, ecos de minimalismo, texturas sugerindo espaço e, sobretudo, a voz teatral, cativante, de grande personalidade e sentido de liberdade de Mimi Goese, traduziam todavia um sentido de irreverência muito característico do meio em que esta música nascia. Afinal partilhavam uma vivência entre espaços de afinidade com a cultura rock e as galerias de arte onde se revelavam visões de vanguarda

Drum, o álbum de estreia, é uma obra de rara beleza (e fragilidade) e revelou uma das maiores surpresas nascidas em espaços indie em finais de 80. Mas um retrato da memória dos Hugo Largo não dispensa igualmente Mettle, um segundo álbum editado em 1989 e injustamente menos vezes referido. É um disco mais elaborado nos arranjos, mais seguro na voz. O disco foi igualmente gravado em Nova Iorque, mas desta vez do outro lado da consola estavam Dave Cook e Harvey Sorgen, sendo que o dado mais importante da fecha técnica é o facto do violinista Hahn Rowe surgir aqui já como responsável por parte da gravação (antecipando um universo profissional que ele mesmo abraçaria com maior protagonismo um pouco mais adiante). Também no grafismo havia novidades. Se a capa de Drum fora uma criação “feita em casa” de Mimi Goese, em Mettle a criação do trabalho de design gráfico contou com a colaboração de Russel Mills e Dave Coppenhall. Apesar de revelar vários sinais de progressão face as que se escutara em Drum, Mettle seria, contudo, um ponto final para o percurso discográfico e até mesmo para o quarteto que registara os dois discos.

Mimi Goese iniciaria um percurso a solo que conheceu primeiro episódio em Soak, álbum editado pela Luaka Bop em 1998. Tim Sommer, um dos baixistas (que chegara a integrar os Swans e a tocar com Glenn Branca), tinha já desenvolvido trabalho como jornalista musical, colaborou depois com os Hi Fi Sky, uma banda de New Orleans. Já Hahn Rowie, o violinista que fora o último elemento da formação anterior aos discos a chegar, formou os Somatic nos anos 90, encetou uma parceria com a coreógrafa Meg Stuart, tocou com David Byrne, os R.E.M. ou Moby e trabalhou em estúdio com nomes como os de Bill Laswell, Antony & The Johnsons ou a própria Mimi Goese, que reencontrou por ocasião da gravação de Soak.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.