Seis singles e EP de Simone de Oliveira têm agora uma edição digital

Integrados numa série de lançamentos digitais, seis discos de 45 rotações de Simone de Oliveira, originalmente lançados entre 1964 e 1973, estão agora disponíveis para audição em streaming nas diversas plataformas digitais.

Os discos de Simone de Oliveira incluídos nesta série de lançamentos têm uma característica em comum: o Festival da Canção. Todos eles registam canções que a cantora defendeu em passagens pelo concurso entre 1964 e 1973, um deles (um single de 1969) incluindo as versões em espanhol e francês de Desfolhada.

Com o tema Novo Fado da Severa em evidência, esse EP de 1964 inclui Olhos nos Olhos, uma das duas canções que Simone de Oliveira apresentou no I Grande Prémio TV da Canção Portuguesa. Esta canção daria o título ao primeiro episódio da série da RTP Vejam Bem, que foi precisamente dedicado a Simone de Oliveira (ver aqui).

De 1965 data o EP protagonizado por Sol de Inverno, a canção que venceu o concurso e levou pela primeira vez a cantora à Eurovisão. Este EP inclui ainda Silhuetas ao Luar, outra canção que a sua voz levou ao festival nesse ano.

Datado de 1968 o EP Grande Prémio TV da Canção Portuguesa inclui as duas canções que Simone de Oliveira ali defendeu (Canção ao Meu Velho Piano e Dentro de Outro Mundo) e junta ainda versões de Calendário e Vento Não Vou Contigo, que, no concurso, foram defendidas por Tonicha e Millene Cardinalli.

O EP de 1969 com Desfolhada, a canção que Simone de Oliveira levou à Eurovisão (desta vez em Madrid), e ganhou um lugar na história da música portuguesa, inclui ainda os temas Ave Maria do Povo e Cinco Pedras Cinco Quadras, igualmente nascidas da parceria entre Nuno Nazareth Fernandes e José Carlos Ary dos Santos. As memórias eurovisivas de 1969 estão igualmente registadas no single Terre Guitarre / Deshojada, igualmente agora lançado em formato digital.

O ciclo de memórias conclui-se com o single Apenas o Meu Povo, canção de Fernando Tordo e Ary dos Santos que Simone de Oliveira apresentou na edição de 1973 do Festival da Canção. No lado B está Introito, outra composição destes mesmos dois autores.

Entre os novos lançamentos da Valentim de Carvalho está ainda o EP de 1966 IV Festival da Canção Portuguesa, mas este nada tem a ver com o Grande Prémio TV da Canção (a designação de então do Festival da Canção).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.