Uma velha raridade dos Visage finalmente disponível em CD

A versão em cassete da compilação que o grupo editou em 1983 destacava as versões dos máxis dos singles então reunidos no LP… Pela primeira vez em CD surge agora essa compliação das versões “noturnas”, num alinhamento com temas extra. Texto: Nuno Galopim

Criados em finais dos anos 70, em volta de um núcleo definido por Steve Strange e Rusty Egan (respetivamente o porteiro e o DJ das noites mais ‘in’ do momento no Blitz londrino, clube que foi então o “berço” da cultura new romantic), os Visage cedo se afirmaram como paradigma de uma nova ideia de celebrar a cultura pop através de uma redescoberta do sentido de apelo visual do glam rock e cruzando musicalmente ecos da etapa berlinense de Bowie com a emergente geração de ideias em volta das novas electrónicas e da sua expressão na pista de dança. Com elementos dos Ultravox e Magazine (entre eles Barry Adamson) a completar o alinhamento de uma banda que na verdade tinha como rosto a figura de Steve Strange (apesar de serem determinantes na sua obra as contribuições de Midge Ure, Billy Currie e Rusty Egan), definiram com Fade To Grey o hino maior do movimento e editaram entre 1980 e 82 os álbuns Visage e The Anvil, que mostraram que havia ali mais que uma mera expressão de hedonismo para noites dançantes, revelando os respetivos alinhamentos belas canções pop e até espaço para alguma experimentação de ideias, nomeadamente na definição de texturas ambientais com eletrónicas e ensaios sobre percussão (mais evidentes no disco de 82)… A saída de Mide Ure após um desentendimento que se seguiu à criação de The Anvil fez-se sentir bem evidente no inconsequente Beat Boy (1984), o grupo anunciando um ponto final pouco depois, ninguém imaginando então que Steve Strange voltaria a reunir outras formações longos anos depois, gravando novos discos que, contudo, pouco juntaram aos que tinham criado nesses primeiros anos.

            Após a saída de Midge Ure o grupo apresentou em 1983 um single novo. Pleasure Boys, com mais evidentes afinidades com o que tinham antes feito do que com os caminhos que o grupo tomaria no álbum seguinte, ficou aquém da capacidade de cativar atenção dos singles anteriores. Desses saíu então o tutano de uma compilação que juntava todos os singles do grupo editados no Reino Unido entre Tar (1979) e o então novo Pleasure Boys (1983), acrescentando ainda ao alinhamento uma versão de In The Year 2525 (uma nova gravação que correspondia a uma versão de um original da dupla Zagger & Evans) e The Anvil, tema-título do segundo álbum (que certamente esteve na calha para uma não concretizada edição em single, tendo contudo havido um promo lançado no Reino Unido).

Fade To Grey – The Singles Collection teve edição em LP, cabendo ao formato de cassete a proposta de uma versão “dançável” do mesmo alinhamento. Editada com o título Fade To Grey – The Singles Collection : Special Dance Mix Album, essa edição exclusiva em cassete juntava as versões máxi dos sigles representados no LP, juntando-as num set comum como se um DJ as estivesse a cruzar num clube. Agora, pela primeira vez, eis que esta versão até aqui exclusiva em cassete tem reedição em CD. Vale a pena lembrar que versão em CD desta antologia antes disponível (editada em 1993) seguia o alinhamento do LP, juntando como extras Love Glove, de 1984, e uma remistura de Fade To Grey pelos Bassheads editada em single nos anos 90. O novo CD Fade To Grey – The Singles Collection : Special Dance Mix Album junta, por sua vez, como extras face ao alinhamento da cassete de 1983, os temas Frequency 7 (lado B de Tar), uma versão “bonus beats” de Pleasure Boys, Der Amboss (versão em alemão de The Anvil) e duas abordagens a Night Train, uma correspondendo à “dub mix” (originalmente lançada no lado B do respetivo máxi, a outra sendo a remistura de John Luongo que, como explica o texto no inlay, assinado por Steve Pafford, terá sido um dos pontos de discórdia no momento da rutura com Midge Ure. Esta versão, apresentada como Night Train (Remix), muda sobretudo o som da percussão e acentua a eletrónica, embora na verdade nem se afaste assim tanto da estrutura e som do tema original. Mas enfim… detalhes para admiradores dos Visage…

“Fade To Grey – The Singles Collection : Special Dance Mix Album”, dos Visage, está disponível numa edição em CD pela Republic Records

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.