Traços de uma vida e de uma identidade numa narrativa entre belas canções

O mais recente álbum do cantautor norte-americano Aaron Lee Tasjan fala-nos da sua vida e marcas de identidade em canções pop de recorte clássico e com a elegância imponente de referências que vão da ELO a Tom Petty. Texto: Nuno Galopim

Cantautor norte-americano com 34 anos e uma obra em disco com primeiro lançamento feito em 2008, Aaron Lee Tasjan é filho de músicos amadores e também ele começou sozinho a pegar na guitarra antes de fazer parte de uma formação em escolas de música, recusando mais adiante uma bolsa para estudar no prestigiado Berklee College of Music, optando antes por rumar a Brooklyn em busca de outros caminhos e possibilidades. E entre músicos e bandas que ali começou a conhecer a sua história de vida acabou por levá-lo a Nashville e a encetar um percurso autoral que, com raízes na canção folk e uma filiação em sintonia com terrenos indie, se começou a desenhar numa sucessão de discos, o mais recente dos quais acaba de entrar em cena. Tem por título Tasjan! Tasjan! Tasjan! e vale a pena não ver o disco como uma expressão desmedida de afirmação de um ego mas, antes, a chamada de atenção para uma narrativa confessional e identitária que é tão direta quanto sedutora.

Aaron Lee fala de si em Tasjan! Tasjan! Tasjan!. Lembra episódios da sua vida. E ao mesmo tempo observa-se e comenta-se. Em Feminine Walk chega mesmo a dar-nos uma visita panorâmica ao modo como o seu percurso de vida e marcas pessoais se aliam a referências da cultura pop – David Bowie, Marc Bolan, Mick Jagger, Grace Jones, Joan Jett e o filme “To Wong Fu” – para definir traços de uma indentidade que o disco de resto aborda em diversos outros momentos, mostrando ainda, como de texto o faz ainda nesta canção, como a realidade pode acolher traços de ficção sem que descaracterize a verdade de todo um discurso profundamente pessoal.

Aos traços identitários que atravessam a narrativa de um disco autobiográfico e confessional há que sublinhar ainda em Tasjan! Tasjan! Tasjan! a solidez entretanto alcançada por uma música que alcança aqui uma dimensão grandiosa herdeira dos ensinamentos de uma Electric Light Orchestra ou Tom Petty. Estamos em terreno clássico, portanto. E com um belo conjunto de canções!

“Tasjan! Tasjan! Tasjan!” está disponível em LP, CD e nas plataformas digitais, numa edição da New West Records

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.