Duran Duran “Union of the Snake” (1983)

A criação do sucessor de Rio assistiu ao mesmo tempo à procura de um caminho mais elaborado e desafiante para a música mas atravessou também meses a fio de gastos excessivos (que eram um eco do sucesso global entretanto alcançado pelo grupo). O impacte do single one-off lançado na primavera de 1983 – Is There Something I Should Know? – e o sucesso que uma nova edição do álbum de estreia estava a cimentar nos Estados Unidos lançavam as bases de confiança para os novos desafios. Primeiro no sul de França, depois nas Caraíbas, com uma reta final na Austrália (onde uma digressão mundial arranca perto do fim do ano), o álbum ganha forma em infindáveis sessões com o perfecionista Alex Sadkin e Ian Little a assumir a produção.

         Steve Sutherland, jornalista do Melody Maker, visita-os a meio do processo de gravação e desde logo reconhece o potencial de The Reflex, assim como o de Seven and The Ragged Tiger, uma balada que acabaria por dar título ao álbum mas que não conheceria depois lugar no seu alinhamento. Nesse artigo avança que o single de avanço deverá ser Union of The Snake, uma canção pop animada por um forte fulgor funk e desenhada por uma cenografia elaborada. Assim seria. E conta-se que o trabalho de mistura final foi coisa vivida a contra-relógio já com a data de prensagem do single na linha do horizonte. Mais apertado foi ainda o prazo (de apenas 24 horas) para criar, gravar e misturar o lado B. A verdade é que em Secret Oktober nasceu uma das melhores canções desta etapa da vida dos Duran Duran.

         Com o realizador Russel Mulcachy ocupado com um projeto pessoal, assim como já tendo em mãos o projeto de um filme-concerto sobre a digressão que os Duran Duran brevemente iniciariam, o teledisco de Union of The Snake acabou a ser dirigido por Simon Milne. Mais do que a linha narrativa, o que mais impressionou nas imagens que acompanharam o vídeo foi a escala de uma produção que deixava evidente o patamar de investimento em cena. Estreado nas televisões uma semana antes da chegada do single à rádio, o teledisco foi importante força de comunicação para uma canção que deu ao grupo um número 3 tanto no Reino Unido como nos EUA e classificações de Top 5 no Canadá, Austrália ou Nova Zelândia.

Máxi-single
7″ edição japonesa
12″ edição japonesa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.