A Livraria da Travessa lisboeta tem agora uma secção com discos

Com lojas no Rio de Janeiro e São Paulo, a ideia nascida de um livreiro de Belo Horizonte chegou a Lisboa em 2019. O nome vem do lugar onde surgiu a primeira livraria, na Travessa do Ouvidor, no centro do Rio de Janeiro. O proprietário tinha já uma outra casa em Ipanema, a livraria Muro, que servia de porta de entrada de livros não apenas do Brasil mas também chegados de Portugal, alguns deles de autores e temas então proibidos. Mas foi a “Travessa” que acabou por dar nome às muitas outras lojas que se seguiram, criando logo ali uma identidade que desde há dois anos somou ao grupo uma primeira livraria fora do Brasil, e que abriu portas na Rua da Escola Politécnica, entre o Museu de História Natural e o jardim do Príncipe Real.

              Se a oferta acrescentou logo ao panorama das livrarias portugueses uma série de títulos que ampliaram a representação de vários temas em títulos em língua portuguesa – da história luso-brasileira a temáticas sociais e identitárias – mostrando igualmente desde cedo uma atenção para com as artes, a Livraria da Travessa lisboeta apresenta agora, junto à caixa, uma pequena secção com discos em vinil. São novas prensagens de alguns clássicos da música do Brasil, acrescentando assim os discos um complemento ao que era já uma boa oferta em livros sobre música brasileira que encontrávamos na pequena sala onde há ainda edições em língua estrangeira, banda desenhada e livros sobre cinema e as artes do palco.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.