Vários Artistas “Os Super 20” (1980)

Com um percurso que vinha dos anos 70, inicialmente marcados pela presença de sucessos populares (nacionais e internacionais), êxitos das pistas de dança mais atentas ao disco sound, temas ligados a programas de televisão e canções da Eurovisão, os discos da “série” Polystar, da PolyGram, chegaram aos anos 80 já sob primeiros sinais da emergência de uma nova cultura pop juvenil que começava a ganhar representação mediática em novos programas de rádio (com a televisão a despertar para esta realidade logo a seguir). O volume lançado em 1980, que se apresentava com o título Os Super 20 (e basta contar as faixas no alinhamento para explicar o nome) apresentava, logo entre as primeiras faixas do lado A Plastic Age, sucessor de Video Killed The Radio Star dos Buggles, que assim marcava a atenção pela emergência de uma nova linguagem pop eletrónica. Weekend, o maior êxito internacional dos holandeses Earth & Fire (e fora da Holanda é natural que os encaremos quase como one hit wonders) e Funky Town, o único caso de sucesso maior dos Lipps Inc, sublinham o piscar de olho destes Super 20 a um público mais jovem. Mas, e sobretudo o tema dos Lipps Inc, mantém a relação com o disco já patente em compilações anteriores da “marca” Polystar. E a Funkytown essa presença do disco assinala-se ainda aqui com Disco Roller dos italianos La Bionda, I See a Boat on a River dos Boney M, Ain’t No Bigger Fool de Gloria Gaynor e First… Be a Woman de Leonore O’Malley.

              O rock está representado pelos Kiss (Shandi) e Status Quo (Whatever You Want), nomes já com alguma rodagem. E a ténue presença de uma nova cultura pop teenager nos media de então (e consequentemente nos números dos discos mais vendidos) é reforçada neste retrato dos sucessos daquele tempo pela presença de outros nomes capazes de atrair igualmente um público mais adulto como Elton John (Little Jeannie), os Dire Straits (Angel of Mercy), Gal Costa (Balancé) ou os Abba (I Have a Dream). E não faltam os sucedâneos: os holandeses BZN, com Pearlydumm, piscam o olho a parte do público dos Abba… Do departamento ligeiro chega ainda Por La Derniere Fois do siciliano Di Quinto Rocco. A seleção natural, de facto, poupa os tempos futuros de algumas “pérolas” como esta…

              O contingente nacional envolve A Canção do Beijinho de Herman José, OK KO das Doce, Tiroli Tirola de Linda de Suza e Retalhos, de Carlos do Carmo, canção usada na banda sonora da adaptação televisiva de Retalhos da Vida de Um Médico, romance de Fernando Namora. A “força” mediática da televisão na criação de êxitos na música é aqui reforçada por João e Maria, de Nara Leão e Chico Buarque, canção que então se escutava frequentemente na telenovela Dancin’ Days.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.