Rosín Murphy “Mi Senti” (2014)

A música italiana chegou a merecer um estatuto de grande projeção no panorama da canção popular em meados do século XX. Nos oitentas, o italo disco e o italo house reabriram frestas de atenção para uma geografia musical que o tempo entretanto quase esquecera… E se bem que estes dois terrenos tenham gerado ocasionais descendências, surgido aqui e ali como influências, e havendo em cena mesmo alguns casos de popularidade mainstream made in Italy, a verdade é que o país (ao contrário de uma França ou Suécia) está longe de ser um alvo de atenções maiores no mapa atual da cultura pop. Talvez a coisa mude um pouco com a recente vitória dos Maneskin na Eurovisão (e para já a sua presença internacional já ultrapassou a de alguns recentes vencedores do concurso).

O facto de Róisín Murphy ter surgido, em 2014, com um EP cantado em italiano (e cheio de abordagens a canções clássicas, porém reinventadas) não se deveu a ecos de um qualquer um contexto global, sendo antes fruto de uma vivência pessoal. Casada com Sebastiano Properzi, um produtor italiano, a cantora que em tempos descobrimos nos Moloko, saiu de cena por uns tempos para concentrar atenções na família. Durante esses meses foi escutando canções e descobrindo vozes e discos. E dessa soma de experiências acabou por nascer a ideia de um EP que então a apresentou a cantar exclusivamente em italiano.

Com o título Mi Senti, o EP revelava um leque de canções que deixava bem evidente que a cantora Mina foi uma das chaves da descoberta que gerou todo este projeto. Na sua voz ficaram célebres três das canções que Róisín aqui aborda em clima electrónico, do registo ambiental que reinventa Non Credere (de 1969) ao mais intenso discurso rítmico que suporta Ancora Tu (atualizando ecos do disco e revelando uma criação de Lucio Battisti) e Ancora Ancora Ancora, estas duas últimas de 1978. A elaborada e versátil abordagem instrumental (que visita também ecos de várias “escolas” italianas) foi trabalhada entre Ibiza e Londres, na companhia de Properzi, definindo um corpo que a tem na voz a medula que tudo une. O casal assina In Sintesi, um dos temas que aqui escutamos.

Com uma edição em vinil limitada a mil exemplares, o EP Mi Senti é hoje coisa cara para quem o quiser ter na sua coleção.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.