Álbum de 1970 de David Bowie reeditado com o título originalmente previsto e som remisturado

O 50º aniversário do álbum The Man Who Sold The World, de David Bowie, originalmente lançado em novembro de 1970, vai ser assinalado através da edição limitada (em CD e vinil) de uma versão do disco remisturada por Tony Visconti.

Na capa, contudo, o álbum vai ser identificado como Metrobolist, o título que Bowie originalmente tinha em mente e no qual havia referências ao filme Metropolis, de Fritz Lang.

Além de retomar o título de trabalho, Metrobolist vai surgir com a imagem da edição original norte-americana na capa. Trata-se de um desenho de Michael Weller e tem por cenário uma representação do hospital psiquiátrico de Cane Hill.

Quando chegou a hora de lançar o álbum Bowie tinha já mudado o seu título para The Man Who Sold The World. E, insatisfeito com a capa da edição americana, chamou o fotógrafo Keith MacMillan à sua casa (a mítica Hadden Hall), tendo surgido aí a imagem do músico envergando um vestido que se tornaria icónica.

A nova edição de Metrobolist chega a 6 de novembro nos formatos físicos de vinil e CD e estará igualmente disponível nas plataformas de streaming. As edições em vinil são limitadas a 2020 exemplares e numeradas, com os números 1 a 1970 a surgir em vinil branco e os números 1971 a 2020 em vinil preto.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.